DICAS

APRENDIZADOS DA VIAGEM TESTE

Recentemente voltamos da nossa última viagem teste com o motorhome antes da data de partida oficial da nossa expedição. Refletimos e conversamos muito sobre o que precisamos ajustar, quais lições aprendemos desses dias na estrada, e achamos que seria importante colocar tudo isso no papel para consolidar o aprendizado.

 

DIRIGIR DE NOITE

Nunca fomos muito adeptos de viajar de noite, mas muitas vezes acabamos fazendo por necessidade. Na viagem teste tivemos 2 experiências ruins quando dirigimos de noite. A primeira, já depois de ter chego na nossa cidade de destino, precisávamos encontrar o camping que passaríamos a noite. O trajeto era dentro de uma área bem rural, com nenhuma infraestrutura, iluminação ou pessoas para consultar. Insistimos até chegar em uma ponte de madeira que cortava um rio, que estava em situação bem duvidosa. Com nosso carro que pesa mais de 4 toneladas, nos encontramos em uma situação difícil, agravada pelo fato de ser noite, pois com baixa visibilidade era complicado fazer o diagnóstico da ponte. Optamos por dar a volta e buscar outro camping. A outra situação foi parecida. Estávamos com o gps ligado e eu ao mesmo tempo consultava o google maps. Chegamos em uma bifurcação em que o gps apontava um caminho a seguir diferente do google maps. Já estávamos dirigindo em uma estrada bem precária, com muitos buracos e zero iluminação há mais de 60km. Começamos a questionar se estávamos no caminho certo, e seguindo um pouco mais a frente encontramos um posto de gasolina, quase que por um milagre, para pedir informações.

Essas duas situações nos levam a refletir que os desfechos poderiam ser piores, se tivéssemos em áreas de risco ou se o carro tivesse apresentado algum problema. Fica o aprendizado e o compromisso:

Sempre planejar os deslocamentos de dia, contando com algumas horas de gordura, para sempre chegar no destino ainda com luz solar.

 

MUDANÇA DE PLANOS

Desde o primeiro dia que colocamos o pé na estrada para a viagem teste, nosso roteiro foi modificado! Logo no primeiro camping em que paramos conhecemos outros viajantes, fizemos amizade e acabamos ficando por mais tempo em lugares que tínhamos planejado ficar menos. Incluímos paradas que não tínhamos previsto, mudamos o trajeto por conta do clima e seguimos da maneira que mais nos sentíamos confortáveis. Recebemos convites para jantar e dormir na casa de novos amigos. No final tudo deu certo e valeu a pena! Entendemos que flexibilidade vai ser algo muito presente na nossa nova rotina da estrada.

Planejar é importante, mas abraçar as mudanças é ainda mais!

 

AMIZADE NA ESTRADA

Percebemos o quanto nossos dias podem ser diferentes por conta das pessoas que encontramos na estrada! Em alguns campings em que paramos conhecemos viajantes e fizemos amizade, fizemos refeições juntos e trocamos muitas experiências! Foram dias que passaram muito rápido. Já em outros lugares que paramos não encontramos absolutamente ninguém! Em dois campings que passamos éramos os únicos acampando, e acabamos passando a noite sozinhos. Já estamos acostumados a ficar só nós dois, e aproveitamos esses momentos para fazer refeições demoradas, refletir sobre nosso projeto e próximos passos.

Estar acompanhado é ótimo e nós queremos dedicar grande parte do nosso tempo a fazer amizades e nos conectar com pessoas. Por outro lado, teremos que balancear com os dias em que estaremos sozinhos pois são nestes momentos que iremos sentar para atualizar nossos controles financeiros, planejamento da viagem, fazer cópias das fotos que tiramos, atualizar o site e etc.

 

PERFORMANCE DO CARRO

Nossa vontade sempre foi fazer uma viagem teste longa depois de todas as modificações do carro estarem prontas. Não conseguimos fazer a viagem longa como queríamos, mas fizemos algumas curtas, e por último, uma de 10 dias. Pegamos sol e calor, e também pegamos frio e chuva. Andamos por estradas boas, ruins e serras. A chuva intensa que pegamos na estrada serviu para nos mostrar que o carro tinha goteiras e que isso precisava ser arrumado. O uso diário da geladeira nos mostrou que era preciso mudar o lado que ela abria. Nos dias de calor pudemos testar o ar condicionado que tínhamos recém-instalado e ficamos felizes em saber que ele gela tanto que a temperatura interna do carro chegou a 10 graus!  Subimos a Serra do Rio do Rastro e seus 1.421 metros de altitude com nosso carro cheio e pesando mais de 4 toneladas, e vimos na prática o monitor da temperatura do cabeçote do motor funcionando e subindo sem parar rs.

 

Para correr uma maratona é preciso treinar antes, certo? Para nós fazer uma viagem teste com o motorhome foi muito importante para ganhar confiança com nosso carro e ajustar tudo que precisava antes da data de partida!

 

MINIMALISMO

Nesta viagem levamos cerca de 80% de tudo que pretendemos levar para a expedição. Nesta conta entram roupas, objetos diversos, ítens de cozinha e peças de carro – realmente tudo que precisaremos na estrada. Com o passar dos dias fomos percebendo que ter muita coisa armazenada no carro dificulta a utilização das coisas que realmente são necessárias no dia a dia. Aconteceu diversas vezes de precisar encontrar algo que estava no fundo de um dos armários, e para acessar o objeto foi preciso desmontar o armário inteiro de coisas que raramente seriam necessárias. Percebemos também que mesmo com uma boa diversidade de itens de cozinha que levamos, sempre acabamos utilizando 3 ou 4 peças todos os dias, deixando os demais no fundo do armário.

Que a nossa vida passaria a ser mais simples na estrada nós já sabíamos, mas antes de testar a casa na prática nos sentíamos inseguros de deixar de levar algumas coisas por medo de ter que comprar mais tarde. Em pouco tempo já pudemos perceber que a falta de alguns objetos e utensílios não iriam resultar em uma compra futura, e sim em adaptação! 

Se não temos mais microondas, usamos a boa e velha panela para esquentar comida (que inclusive é muito mais saudável). Se não temos mais taça para vinho, tomamos na mesma caneca do café, e assim por diante. Desapego e otimização de recursos!

 

Depois de tanto conversar sobre as experiências que já vivemos nestes 10 dias de viagem teste ficamos imaginando tudo que ainda vamos viver e aprender nesses 1.400 dias por vir! Falta muito pouco para nosso sonho virar realidade e a nossa vida mudar completamente. 

 

Haja coração!!! Hoje, faltam exatamente 18 dias para a partida. =)

Com carinho, Ale e Leo

Publicado em Maio de 2019.

Deixe um comentário

Se você gosta do MUNDI360, confira abaixo como apoiar o nosso trabalho e seguir incentivando a produção de conteúdo:

♥ Airbnb

Você já experimentou alugar uma casa ou apartamento pelo Airbnb? Viver alguma experiência com algum local? Usando o nosso link você ganha até R$ 179,00 na sua primeira reserva e nos ajuda com uma comissão! Clique aqui.

⭑ Loja Mundi360

Quer planejar uma viagem e não sabe como? Tem vontade de dar uma volta ao mundo? Quer dicas sobre a América do Sul? Quer se inspirar? Conheça nossa loja, nosso livro e produtos digitais.

Boas viagens!

Ale e Leo | @mundi360